segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Li esse artigo, e gostaria de dividir com os amigos e irmãos.


Conceitos Errados Sobre Louvor!

por Ramon Tessmann


Reciclando a Visão

Há algum tempo atrás eu estive estudando um tema bastante interessante direcionado a área do louvor. O que mais me chamou a atenção foram os tópicos apresentando os principais conceitos errados que criamos em volta deste tema. Vou explicar de forma objetiva e clara alguns destes conceitos.


O primeiro passo que devemos dar, que é dos mais importantes, é aprender a separar a tradição, da verdadeira vontade de Deus e seus propósitos para o louvor. Devemos esquecer de todos os ritos, idéias, hábitos, pensamentos, etc., e irmos para as Escrituras Sagradas ver o que Deus ordena que façamos e ver do que Ele se agrada.

Muitas vezes devemos repreender aquilo que não tem base bíblica, mesmo tendo ouvido isto desde crianças. É difícil fazer isto, mas devemos aprender a discernir as idéias equívocas que temos a respeito de louvor. Observe abaixo os principais conceitos errados que formamos:


Conceitos Errados

  • Apenas uma mera apresentação:
  • neste ponto nós devemos nos diferenciar do mundo. Deus não criou o louvor para nos apresentarmos diante dos outros, mas para o engrandecimento do seu grandioso Nome. Às vezes fazemos do louvor uma peça de teatro onde o objetivo é mostrar algo, dar show ao público presente...


  • Para cativar os outros:
  • é comum ouvirmos: "vamos fazer um louvorzão para atrair os jovens!". Mesmo em reuniões de louvorzão, Deus deve ser o centro, pois é Ele que tem o poder para agir na vida das pessoas a atraí-las para o Corpo. Devemos estar prontos a louva-Lo e Ele fará a obra por nós...


  • Prática de comércio:
  • este pensamento é bem comum em lançamentos de Cd's. Você já se perguntou para que que serve um culto de lançamento de Cd? Se é para a glória de Deus, AMÉM, mas na maioria dos casos isto serve para apresentar um Cd para o público e consequentemente vender o produto... Você se lembra o que Jesus fez com a pessoas que iam ao templo com o pensamento de comércio e de fazer bons negócios? Com certeza este conceito é direcionado a todas as áreas, desde a cobrança de cachês até a venda de produtos.


  • Ocupar espaço no culto:
  • tem gente que pensa que o louvor serve para preencher um espaço no culto, com algo diferente. Uma animação, um momento de alegria ou de se levantar da cadeira e se espreguiçar...


  • Reconhecimento próprio:
  • é o que chamamos de síndrome de Lúcifer, coração cheio de orgulho... pessoas que buscam aplausos, elogios e se acham o máximo.


  • Preparar o povo para a palavra:
  • não se louva para preparar o povo para a palavra. O louvor é para o Senhor e não para a igreja. Quão ruim seria se a única finalidade de louvor fosse a preparação para palavra. Aí Deus não curaria, não batizaria, não falava através do louvor. A intenção seria preparar. Deus deve ser louvado independente da palavra, pois também sabemos que é Ele que vai falar através do pastor.

    Conclusão

    Estou certo de que Deus deve ser o alvo de nossos louvores. Devemos tomar o exemplo de Davi no livro dos Salmos, que sabia direcionar o seu louvor a Deus e com certeza Deus se agradava dele! Não nos deixemos levar por ritos aprendidos com a tradição e que não têm fundamento bíblico, mas louvemos a Deus com toda a nossa força, com o coração cheio de SINCERIDADE, expressão, amor, humildade, e com a consciência de que só Ele é digno do nosso louvor...Aleluia!!!


    Um abração em Cristo Jesus e até a próxima,


    RAMON TESSMANN Ministro do Min. Vida Nova

    tessmann@zaz.com.br


    http://www.angelfire.com/nt/Portal/Conceitos.html

    Sem comentários: