terça-feira, 30 de novembro de 2010

A importância da análise do Texto Bíblico

Tenho certeza que a maior tarefa de quem transmite a mensagem da palavra de Deus é falar aquilo que realmente quer dizer o texto Bíblico, sem alterar sequer, o sentido de uma vírgula ou acrescentar nada que não esteja em consonância com a Revelação do Senhor.
Para isso é imprescindível a observância de todas as nuances gramaticais, semântica e textual contida nas Sagradas Escrituras, o que torna essa tarefa de suma necessidade para o pregador das Santas Letras, pois não obstante vemos ao longo dos anos um verdadeiro “festival“ de interpretações errôneas, gerando todo o tipo de incoerência Teológica, que tem trazido confusão ao povo e tem feito uma verdadeira obra de desserviço a Igreja de Cristo.
Essas interpretações oriundas de “achismos” ou do o que eu chamo de “efeito papagaio” que é repetir o que outros já disseram quer seja em livros de Teologia Sistemática ou em interpretações particulares, tem sido uma fonte inesgotável de problemas, haja vista que quem assim procede se apóia em uma opinião falível por ser um argumento meramente humano,logo, corre o risco de incorrer no mesmo erro caso essa interpretação não condiga verdadeiramente com o Texto Sagrado.
Portanto mais do que uma boa compreensão do texto Bíblico e uma eloqüente explanação da mesma, a interpretação exegética do texto é a busca pela fiel exposição da Palavra de Deus tendo como principal iluminador o Espírito Santo de Deus e através de ferramentas de apoio da língua original obter o sentido pleno do texto Bíblico.
Entendo que a nossa missão como propagadores do Evangelho e das irrefutáveis verdades neles contido deve ser feita com temor ao Senhor da Palavra, nos esvaziando dos nossos conceitos e deixando a única verdade absoluta que é a Bíblia conduzir a nossa interpretação.

Sem. Marcelo Gomes

Sem comentários: